NOSSO PROPÓSITO

Buscamos possibilidades de existência e convivência que sejam autênticas, plenas e conscientes.

O Humano Possível é um coletivo itinerante de oficinas, projetos e ações direcionados à educação para a liberdade e para a autonomia, por meio de uma formação humana, ética e multidisciplinar.

Nosso objetivo é promover conexões de indivíduos e grupos sociais, através de ambientes transdisciplinares, troca de experiências, práticas de autoconhecimento e produção criativa, com atenção especial para o empoderamento individual e coletivo.

Quem somos

Mônica Guinle
Formada em História e em Psicologia, com especialização em gestalt terapia e psicoterapia breve integrada. Possui formação em astrologia pela Astrociência. Há mais de 22 anos atua como psicóloga clínica direcionando seu trabalho para questões que abrangem o indivíduo e seu contexto social. É co-fundadora do Humano Possível, onde desenvolve palestras e oficinas com o objetivo de promover conexões, senso de coletividade e empoderamento social.

Renata Richard
Formada em Jornalismo e pós-graduanda em Literatura Infanto-Juvenil. É empreendedora, roteirista e artista visual. Possui mais de 18 de anos de experiência com produção e direção de arte para Cinema e TV. Foi fundadora do portal Bolsa de Mulher. É sócia e diretora de conteúdo na Sarjana Digital. É co-fundadora do Humano Possível, onde desenvolve palestras e oficinas com foco em arte, memória e afetividade.

Colaboradores

Duda Nascimento é instrutor internacional do curso Cultivating Emotional Balance (CEB) pelo Santa Barbara Institute for Consciousness Studies, tendo treinado em Holy Island, Escócia, com os professores doutores Alan Wallace e Eve Ekman. O CEB reúne técnicas de treinamento mental e emocional seculares que, associadas a modernas ferramentas da psicologia ocidental, desenvolvem nos participantes habilidades emocionais fundamentais para uma vida mais plena. Além de professor de meditação e instrutor da metodologia CEB, é compositor, violonista e vocalista da banda Destemido Walace.

Paula Barros é formada em psicologia com especialidade em saúde mental e mestrado em História das Ciências da Saúde pela Fiocruz. Atua como psicóloga clínica há 10 anos. Fez formação em Gestalt Terapia e Terapia Comunitária. Coordenou o Centro de Estudos do Instituto Nise da Silveira, onde organizou a ocupação “Loucuras de Portas Abertas”, criada por médicos, psicólogos, artistas e pacientes, para promover a inclusão social e ressignificar o espaço hospitalar excludente em um ambiente gerador de vida e cultura.

Kika Sampaio é formada em publicidade, trabalhou para a Rede Globo, atuando como produtora de campanhas publicitárias. Fundou o Bolsa de Mulher, um grupo de comunicação feminina, em sociedade com o grupo Lorentzen, recentemente adquirido pelo grupo Batanga Media. É executiva de novos negócios na Sarjana Digital.